domingo, 29 de outubro de 2006

Nossas colegas de outros Pólos!

Esta é a casa de Max Weber (pelo menos está no Google que é!)
ECS 6!
Após postar meu trabalho no meu blog individual, visitei os blogs das colegas de outros pólos para ler a análise que elas fizeram a partir da teoria dos três tipos puros de dominação legítima, de Max Weber.
Foi muito interessante ver como cada uma de nós deu um enfoque diferente a esta mesma teoria, de acordo com nossas próprias vivências. Como tivemos liberdade de expressão! Isso me reportou aos meus tempos de aluna de ensino fundamental, quando tínhamos que preencher questionários com aquelas respostas decoradas. Não nos deixavam pensar nem dar nossas opiniões, dialogar, então, nunca! A dominação tradicional era o que prevalescia na época!
Leiam vocês também estas análises, visitando os blogs: da Jane de Gravataí, da Carem de Três Cachoeiras, da Lígia também de Gravataí, da Marta de São Leopoldo e da Jurema de Alvorada.
Em breve postarei minha sétima atividade!

3 comentários:

JEL disse...

Oi,Janete,tudo bem?Obrigada pela mensagem que colocaste no meu blog.Também agradeço pela menção que fizeste do meu trabalho de Max Weber.Ainda não consegui colocar as imagens no meu blog,estou com muitas coisas para fazer,mas assim que eu puder vou fazê-lo, e se precisar peço ajuda.Meu e-mail é janeelisabete.@yahoo.com.br se quiseres me mandar alguma mensagem.Um beijo da nova amiga.Jane

Marta da Silva disse...

Oi Nety, concordo contigo quanto a questão dos questionários e até comentei isso no nosso fórum quando tivemos que fazer o questionário de Durkheim, parecia que eu não sabia fazer, porque é uma coisa que não gosto, procurar respostas prontas. Realmente dominação e influencia nos leva a muitos pensamentos e inquietações.

obs: a Kary é a Carine de Três Cachoeiras

bjs, Marta

Stela disse...

Janete, todas nós temos uma lembrança mais que ruim do nosso tempo de alunas , não? Ainda bem que temos a oportunidade de vivermos em tempos diferentes. Tentamos não cometer os mesmos erros que fomos vítimas, mas , a verdade é que ainda cometemos muitos pecados com os nosso alunos! Mas, temos a certeza de que estamos tentando acertar!